quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

Maria do Rosário DESMASCARADA


Nós g0ys temos motivos de sobra para não curtimos a Deputada Maria do Rosário, o primeiro deles é que ela representa uma ala esquerdista ultrapassada e, essa mesma visão no campo da sexualidade acaba funcionando como a cabeça dos seus entusiastas, ou seja, se na política só há duas opções ou vive-se em uma ditadura militar de direita, ou vive-se em uma ditadura cubana ou bolivariana de esquerda.... como isso vira sexo e comportamento? ... vamos lá...

Ou se vive numa ditadura comportamental hétero normativa ou vive-se numa ditadura comportamental gayzista

Claro que sendo a favor de um mundo assim polarizado, que nós discordamos, até aeh seja uma posição extremista ou não, a dona Maria do Rosário tem o direito de expressão, assim como nós também temos, mas recentemente dois fatos precisam ser esclarecidos: Primeiro a senhora Maria do Rosário utiliza os termos homo afetivos e homossexuais como se fossem sinônimos e CLARAMENTE sra. deputada, isso pode até ser verdade em alguns casos, mas por favor não generalize afinal nós g0ys estamos aqui e existimos para provar o contrário;


Segundo, imagina-se que todos souberam por meio da grande repercussão na mídia sobre o tema do estupro e o infeliz episódio envolvendo a deputada e o seu colega também deputado Jair Bolsonaro. Agora manipular fatos e em consequência da manipulação fazer grande parte da imprensa e da população brasileira, cair de pau em cima do deputado Bolsonaro, não é questão de mera liberdade de expressão é jogar de forma completamente desleal dentro do jogo do mundo democrático.

A questão não é ser contra ou a favor do Bolsonaro. Boa parte dos jornais que divulgaram o episódio do "A sra não merce ser estuprada" alegaram que o Bolsonaro se defendia alegando que as imagens disponíveis eram parciais e mostravam apenas a parte final da discussão, mas não mostravam o início... E de fato isso era verdade!! Então dando crédito à imprensa, por conseguinte a Sra. Maria do Rosário manipulou atuando inclusive no sentido de utilizar-se do discurso da vitimização como estratégia para auto transformar-se de lobo mau em coelhinho da páscoa.

Vejamos o vídeo sobre o episódio, relatado sem máscaras, pela jornalista séria e competente Rachel Sheherazadade, na Jovem Pan:


Antes que vozes se levantem nos comentários afirmando que estamos defendendo Bolsonaro, queremos deixar bem claro que estamos mesmo é criticando e até mesmo repudiando, atitudes como essa da Maria do Rosário .

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Publicidade