quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

Retrospectiva 2014 - jan/fev/mar

O ano de 2014 começou com uma boa notícia, a exposição de arte  Masculino para Masculino   (Título original:  Masculin/Masculin)  foi totalmente voltada para o homo heróico e histórico. Com temática g-zero-y a exposição do Musée d'Orsay em Paris na França terminou o mês de dezembro/13 e iniciou o ano batendo todos os recordes de público, apesar de não possuir em nenhum momento um foco gay e nem ter sido divulgada como sendo de temática homossexual.



Veja mais sobre a exposição.

Além desse fato em nível internacional, aqui no Brasil o primeiro trimestre também possuiu algo que com certeza merece ser registrado. Pelo esforço conjunto de g0ys brasileiros em fevereiro foi lançado o site Hétero GØy  e a partir de então os conceitos g0ys que eram acessíveis apenas em inglês, agora  passaram também a ser escritos e difundidos totalmente em português, por isso a filosofia e o ideário g0y começaram a tornar-se menos complexos e mais acessíveis aos homens brasileiros e também a população como um todo.

O site Hétero gØy, marca pelo seu conteúdo claro e objetivo.  Certamente um marco do movimento g0y no nosso país. Site web que por sua qualidade e clareza de conteúdo, tornou-se ao longo do seu primeiro ano de existência, até mesmo uma plataforma de referência internacional.

terça-feira, 27 de janeiro de 2015

Retrospectiva 2014 - abr/maio/jun

TRIMESTRE MAIS HOT DO ANO

A ideia original foi até simples diga-se de passagem, seria apenas mostrar que da mesma forma que houve aquela mega campanha espontânea nas redes sociais do "eu não mereço ser estuprada" onde inúmeras pessoas pintaram os seus corpos com esse slogan, da mesma forma Milton Bahia, até então um desconhecido, embarcou na onda,m pintou no seu corpo a mensagem "eu não mereço ser violado" implícito ao colocar no peito a palavra gØy e com a ajuda do blog Somos G0ys, o ensaio totalmente amador ganhou notoriedade.
Em menos de 05 dias e milhares de compartilhamentos no face e outras redes sociais, a repercussão foi tão grande que cabe registrar que esta foto do Milton foi estampada com destaque nas páginas do Jornal O Globo do dia 18/abril/2014.


Aliado a isso em função de um furo de reportagem, promovido pelo Jornal Extra do dia 17/abril/2014, o tema g0y repercutiu, e repercutiu muito, chamando a atenção do público e motivando diversas outras instâncias da mídia/imprensa brasileira.

O tema g0y foi alvo de diversas reportagens, sendo destaque em diversos dos principais jornais do país, como: O Globo, Zero Hora, O Tempo, Revista Veja, Correio da Bahia, Correio da Paraíba, Portal Terra de notícias, entre outros... Durante a Copa do Mundo de futebol, aparentemente a repercussão na mídia deu um refresco ou uma boa amezizada [por motivos óbvios, nesse período os holofotes e manchetes estavam voltados para o esporte], mas mesmo assim houve uma mega repercussão do tema g-zero-y na internet e chamou a atenção que se antes g-zero-y era visto somente na língua inglesa, houve uma reviravolta e maciçamente os materiais sobre os g0ys começou a ser estampando em língua portuguesa. A mega repercussão do tema g0y aqui no Brasil, constituiu um fenômeno com uma magnitude sem precedentes em nenhum outro local do mundo.

Essa enorme repercussão na web chamou a atenção do mundo g0y internacional e foi muito além de suas fronteiras g-zero-y, chamou também a atenção das mulheres, do mundo gay e do mundo hétero (tradicional), ou seja da sociedade como um todo. Vejamos alguns exemplos:


Portal Terra:

G0ys são heterossexuais (...),  entenda

Site Mazup:

Os G0ys saem do armário


 AcidezFeminina:

O que são os g0ys?


Site Mix Brasil (LGBT):

 Você sabe quem são os G-zero-Y?





Site Brasil Post:

Entrevista com um g0y



Site Brazilian Digital Channel:

Hs que se relacionam e não se consideram gays



Com certeza diversos outros exemplos também poderiam ser dados, mas talvez seja o suficiente para ilustrar que nesse período o tema ganhou notoriedade e visibilidade, só que ao mesmo tempo a desinformação era geral, o preconceito preponderava.

A ideia pré conceituosa do começo se concretizava pela voz das ruas e como um tom geral sobressaia na maioria das matérias "nas entrelinhas" e às vezes até mesmo de uma forma mais explicita a ideia de que um g0y fosse um homofóbico "mal resolvido" ou ainda que estaria com um comportamento não gay, apenas de 'fingimento' para fugir da discriminação ou do estigma social.

Não apenas para relembrar, mas também sobretudo para esclarecer indicamos as matérias realizadas pela Revista Top Vitrine eleita pelos g0ys no facebook como a melhor matéria do ano e data inclusive de fevereiro/14, sendo anterior essa grande explosão do tema ocorrido em abril, e a matéria que estampa com exclusividade a minha entrevista concedida ao Jornal Extra do dia 17/maio e que serviu de divisor de águas, quebrando alguns tabus que estavam sendo construídos, como se o assumir-se g0y fosse mais fácil do que assumir-se gay, o que obviamente não é verdade, pois no contexto atual a construção de uma identidade intermediária e não extremista, exige muita coragem e também suportar muita pressão social que ainda é a favor de uma polarização dicotômica em torno da monosexualidade dos desejos.


domingo, 25 de janeiro de 2015

Retrospectiva 2014 - jul/ago/set

Com certeza este trimestre foi o período mais conturbado do ano que passou, onde o movimento g0y navegou em mares revoltos, a tempestade foi forte e o zum zum zum na internet que começou em maio um pouco antes da Copa do Mundo de Futebol se ampliou de forma 'bombástica' e continuou dando o que falar nesses meses seguintes.

A comunidade LGBT (frisando que estamos nos referindo apenas às Lésbicas e aos Gays, politicamente organizados) começou a nos atacar deliberadamente e como efeito colateral de seus próprios ataques, o movimento gay começou a desenhar uma crise sem precedentes, que afetou inclusive o quantitativo de uma das suas maiores vitrines aqui no Brasil - a parada gay, em especial a de SP, essa crise se deu pois após teses gays e antíteses g0ys, começou-se a desenhar uma síntese onde grande parte dos bissexuais, transgêneros e até mesmo diversos gays ativos e/ou masculinos, começaram  a mostrar-se simpatizantes dos preceitos g0ys.

Como  reação, à queda do seus adeptos, a comunidade LGBT começa a espalhar de uma forma deliberada conteúdo anti-g0y na internet, muitos deles com um sentido difamatório e sem nenhum embasamento. A perseguição dos LGBT aos g0ys foi negada pelos seus líderes no Brasil, que aparentemente mantém na imprensa um discurso 'politicamente correto' em prol da diversidade, mas isso nem de longe não impediu a proliferação de material anti-g0y no YouTube,  por exemplo com vídeos "caros" e "patrocinados". Patrocinados por quem? Pelos héteros é que não foram... Graças, vários desses vídeos já foram deletados, mas com certeza diversos ainda continuam, só que com uma "audiência" bem aquém.

Separamos alguns materiais que valem a pena desse Ba fá fá todo, e que ainda estão disponíveis no Blog Somosg0ys: O racha do mundo gay, a mãe translocada do põe na roda e a menina gente boa e corajosa!

Como lado bom dessa mega repercussão, tanto nos jornais impressos, como especialmente na Web, deu-se início a reviravolta tanto da própria opinião da mídia/imprensa, quanto de outros setores organizados da sociedade que após o susto inicial com a apresentação dos conceitos g0ys e do cenário de 'desinformação geral', começam a ver que os g0ys não são vilões quanto pintaram e nem são contra gays ou qualquer outro tipo de expressão da sexualidade. Apenas lutam pelo reconhecimento que o mundo não é apenas formado por homens gays, héteros e bisex, a sexualidade é muito mais complexa do que três labels .

A entrevista exclusiva com o nosso colaborador Master Fratman,  que foi concedida dois meses antes, com certeza ajudou neste processo. Nesse período do ano, é bom frisar que a reportagem produzida pelo Jornal de Brasília ficou durante diversos dias no topo das mais lidas e algumas semanas depois tornou-se o tema g0y foi referenciado na Capa da versão impressa da Revista do Correio - encarte na edição de domingo do Correio Braziliense (versão digital da web restrita e disponível apenas a assinantes) e pouco tempo depois também foi citado em breve matéria do R7 mantido também pela Record do DF.

sábado, 24 de janeiro de 2015

Retrospectiva 2014 - out/nov/dez


O final do ano passado foi cheio de inda e vindas e cheio de reviravoltas, Após explosão no número de adeptos e simpatizantes (e também de opositores) o cenário g0y brasileiro mostra-se um pouco mais consolidado. Na internet, o número de grupos g0ys FAKES nas redes sociais começa a decair, pages como a g0y dá depressão param de crescer, vídeos no YouTube com conteúdo de humor difamatório também começaram a estagnar em relação ao público e não fazem mais tanto sucesso como antes e, notadamente, o número de blogs e demais conteúdos na Web atacando os g0ys também mostra-se em franca decadência.

Nesse mesmo período as músicas com o tema heterog0y-Bromance passaram 'finalmente' a ser conhecidas dos brasileiros, se antes os clipes eram apenas de paródias, especialmente do Call me Maybe e do Shawty yout Botty, agora as músicas e clipes originais com o tema do Bromance também são acessados maciçamente também no Brasil e somam aos recordes sucessivos de acessos no YouTube.

 O clip Seek Bromance com uma versão com vocal da música eletrônica Bromance do DJ Avicii (Tim Berg) ultrapassa mais de 32 milhões de visualizações e o vídeo Bromance de origem norte americana (Nigahiga e Chester See) também não fica muito atrás e ultrapassa os 27 milhões de acessos.

segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

Deu no jornal - Was in the daily


Em fevereiro do ano passado, ocorreu a primeira aparição pública fora da Web que foi com o intuito de mostrar que os héteros g0ys não estavam nem um pouco afim de deixar para sempre o conceito no armário (Jornal Metro 27/fev/2014):
.


domingo, 18 de janeiro de 2015

Caio Castro e Titto - Tem um Bromance e daí?


A revista Capricho (http://capricho.abril.com.br/famosos/conheca-12-bromances-vida-real-793248.shtml) relata 12 casos de bromance entre famosos. Praticamente todos os casos em evidência são de celebridades do exterior, apenas 01 caso é do Brasil sendo que todos os 11 demais não são de terras tupiniquins.

Com o título:
 A amizade entre amigos que vai muito além dos compromissos profissionais...

Focando o caso que nos interessa, a revista coloca que o ator Caio Castro possui e mantém um bromance. O seu brother parceiro seria o também ator Felipe Titto.

Segundo a revista Caio Castro e Titto iniciaram o bromance quando se conheceram nos bastidores da novela Amor à Vida e as diversas afinidades, entre elas, a paixão pelo esportes radicais acabou fortalecendo a amizade e a união entre os dois, que chegaram a dividir um apartamento na cidade do Rio de Janeiro e nesse período até mesmo a tatuagem que os dois fizeram foram iguais.



quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

Maria do Rosário DESMASCARADA


Nós g0ys temos motivos de sobra para não curtimos a Deputada Maria do Rosário, o primeiro deles é que ela representa uma ala esquerdista ultrapassada e, essa mesma visão no campo da sexualidade acaba funcionando como a cabeça dos seus entusiastas, ou seja, se na política só há duas opções ou vive-se em uma ditadura militar de direita, ou vive-se em uma ditadura cubana ou bolivariana de esquerda.... como isso vira sexo e comportamento? ... vamos lá...

Ou se vive numa ditadura comportamental hétero normativa ou vive-se numa ditadura comportamental gayzista

Claro que sendo a favor de um mundo assim polarizado, que nós discordamos, até aeh seja uma posição extremista ou não, a dona Maria do Rosário tem o direito de expressão, assim como nós também temos, mas recentemente dois fatos precisam ser esclarecidos: Primeiro a senhora Maria do Rosário utiliza os termos homo afetivos e homossexuais como se fossem sinônimos e CLARAMENTE sra. deputada, isso pode até ser verdade em alguns casos, mas por favor não generalize afinal nós g0ys estamos aqui e existimos para provar o contrário;


Segundo, imagina-se que todos souberam por meio da grande repercussão na mídia sobre o tema do estupro e o infeliz episódio envolvendo a deputada e o seu colega também deputado Jair Bolsonaro. Agora manipular fatos e em consequência da manipulação fazer grande parte da imprensa e da população brasileira, cair de pau em cima do deputado Bolsonaro, não é questão de mera liberdade de expressão é jogar de forma completamente desleal dentro do jogo do mundo democrático.

A questão não é ser contra ou a favor do Bolsonaro. Boa parte dos jornais que divulgaram o episódio do "A sra não merce ser estuprada" alegaram que o Bolsonaro se defendia alegando que as imagens disponíveis eram parciais e mostravam apenas a parte final da discussão, mas não mostravam o início... E de fato isso era verdade!! Então dando crédito à imprensa, por conseguinte a Sra. Maria do Rosário manipulou atuando inclusive no sentido de utilizar-se do discurso da vitimização como estratégia para auto transformar-se de lobo mau em coelhinho da páscoa.

Vejamos o vídeo sobre o episódio, relatado sem máscaras, pela jornalista séria e competente Rachel Sheherazadade, na Jovem Pan:


Antes que vozes se levantem nos comentários afirmando que estamos defendendo Bolsonaro, queremos deixar bem claro que estamos mesmo é criticando e até mesmo repudiando, atitudes como essa da Maria do Rosário .

sábado, 10 de janeiro de 2015

"Meu marido não é gay", um reality sobre os homens flexíveis


Em janeiro de 2015 o mundo vai conhecer uma versão dos g0ys, por meio de reallity show, filmados 24h ou alguma coisa assim... 
Na base do já famoso e conhecido big brother e assemelhados, My Husband's Not Gay é um reality sobre um grupo de homens que se dizem atraídos por homens, mas todos são casados com mulheres. 
  Detalhe muito importante: Elas tem plena consciência disso.



A divulgação realizado pelo The Wrap. informa que o programa vai contar a rotina de três casais que vivem essa situação e os encontros com um sétimo participante que será um solteiro g0y totalmente homo afetivo chamado Tom e que ao longo do programa, vai contar seu 'segredo' g-zero-y para os demais participantes e pretendentes.

O Str8 g0y estará totalmente em evidência e será possível durante o programa ouvir frases do tipo: "Eu gosto de dizer que eu escolhi uma alternativa para um estilo de vida alternativo", ou ainda "Eu curto homens, mas não curto os atos gays".

"My Husband's Not Gay" estreia AMANHÃ - dia 11 de janeiro pelo canal TLC na TV americana.


segunda-feira, 5 de janeiro de 2015

Bromance era um boato?


Bromance tórrido entre C. Ronaldo e Kaká será que era tudo boato? Ou será que não era?

Há muito tempo que pela internet mostrava-se um zum zum zum de que haveria um secreto e tórrido bromance entre os jogadores de futebol Kaká e Cristiano Ronaldo; muito antes dos conceitos g0ys se difundirem pelo Brasil, esse papo já rolava pela internet, como por exemplo nesse post de 28 de outubro de 2010 do The Daily Drool (http://headbandsandheartbreak.wordpress.com/2011/10/28/the-daily-drool-epic-bromance-month-criska/ ) e entre tantos outros materiais, também esse vídeo  incorporado logo abaixo que foi postado no YouTube também em 2010, focando essa amizade muito íntima entre os dois jogadores.

O assunto havia caído no esquecimento ou tornado-se polêmico de menos ou quem sabe comum demais, na medida que a profunda amizade íntima entre os dois ficou pública e notória. Se a profunda amizade não era negada, que diferença faria para o público se era amizade íntima ou se era bromance? Provavelmente pouca diferença, pois os dois conceitos são muito próximos e ambos não envolvem sexo (que seria possivelmente a parte mais motivadora de um possível escândalo), portanto, o status de héteros de ambos estaria mantido.


No entanto, agora com a separação e até mesmo suposto futuro divórcio após os oito anos de casamento entre o jogador Kaká e a ex-pastora evangélica Carol Celico, esse assunto veio à tona novamente e com aquele clima no ar... será?... Seria o Cristiano Ronaldo o pivô secreto da briga e da separação? O Bromance estaria então confirmado? O amor entre os dois estaria interferindo no casamento?
 
 
 
 
 
 
 
 

Segundo as revistas especializadas nessas famosas e intermináveis fofocas de celebridades, a possibilidade de bromance com C.Ronaldo não estaria descartada, no entanto a hipótese mais provável para a briga de casal teria tido como pivô a modelo Isis Valverde (? hã??), e que teria tido um breve caso ou um affair com o jogador.

domingo, 4 de janeiro de 2015

Breve entrevista com um g0y de Goiás





Diretamente do BBB

Cenas como essa a Globo não põe no ar. Enfim como não há nada demais, não compromete nem a emissora e nem os dois participantes do famoso reality show. Taí uma boa brincadeira homo erótica capturada bem no meio do programa Big Brother Brasil.






Psy em stilo Heterogoy

Depois de tanta repercussão da música do Psy, que ultrapassou mais de 1 bilhão de acessos e bateu sucessivos recordes no YouTube, rádios e mídias diversas, claro que teria que a versão do Psy no nosso estilo de ser.

Esse produtor conseguiu fazer uma versão de Gangnam do Psy com homens da marinha de guerra e homens/mulheres do corpo médico da marinha dos Estados Unidos. Ficou bem maneiro!!!

 
 Se o vídeo não abrir no seu navegador, clique aqui para assistir direto no YouTube.

Com legenda fica melhor

Esse vídeo com a dublagem de Call me Maybe que foi produzido pelo timo de baseball de Harvard teve mais de 27 milhões de visualizações no YouTube, e muita gente aqui no Brasil se perguntou, qual a relação entre esse vídeo com o mundo g0y, pois bem com legendas em português, fica muito mais fácil entender.

Para quem acha que estava implícito demais ou que não tava entendendo nada, esta aí uma boa indicação, segue o vídeo com tradução de Marcelo Silva.

Agora fica mais claro o que o brotherzões do time de baseball estão dizendo/cantando e também PRINCIPALMENTE que estão dedicando a música ao mano que está dormindo lá no fundo da van.


Valeu!
Agora, ficou mais claro?! Taí O motivo de tanto burburinho...  e do vídeo original  com a dublagem no estilo gzeroy ter sido visto por milhões de pessoas ao redor do mundo.

É isso aí! Vamos nos divertir!

Galera do Brasil!

Onde fica essa praia e essa barraca moderninha?... precisamos divulgar... hehe


(: Boa :)

Com tanta repercussão claro que iria ter zoação na rede social

 O facebook não perdoa...

    Ôxente garota Padrão, basta ler http://somosg0ys.blogspot.com.br/2014/02/novo-site-hetero-gy.html  que saberá... tudo... tudinho.

     zzzzzzzzz... que tal seguirmos o conselho e deixarmos de sermos paquidermes dorminhocos e passarmos para valer da teoria para a PRÁTICA.

sábado, 3 de janeiro de 2015

Hoje nasce esse novo blog


Hoje, bem agora no comecinho desse novo ano de 2015, estamos concretizando essa nova ideia. 

A proposta do Blog Brasil G-zero-Y é promover a maior divulgação dos conceitos de hétero flexível, gay zero, bicurioso enfim todos os temas correlatos com o mundo g0y e suas dezenas de interfaces. O blog não será apenas para discussão teórica ou filosófica sobre o tema da homoafetividade, mas também ter assuntos sérios e esclarecedores alidados a uma forma leve e descontraída, com fotos, links, vídeos, entrevistas, reportagens, matérias e enfim além do papo sério, ser também um ambiente onde a sensualidade e erotismo sem pornografia explicita seja o tom maior.

Toda a renda que porventura seja obtida por meio de propaganda e anúncios será revertida para a manutenção do site http://heterogoy.webnode.com/ que hoje com certeza é uma referência no tema hétero liberal/flexível e nos enche de orgulho, enquanto brasileiros e latinos americanos.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Publicidade